Uma Viagem

Como é engraçado. A janela está aberta. O vento corre forte. Olho longe porque não tem ninguém na minha direção. As mãos no volante não tremem mais. As costas não suam. Acho que depois de alguns anos com a habilitação para dirigir esquecemos o nervosismo no porta-malas. Pode parecer estúpido, mas sempre achei que quando tivesse minha carteira seria mais livre. Mas não. Que ironia.

um pouco mais que meio

Ela segue em direção ao sol entrelaçando as patas. A tigresa com a alma humana subtraída por baixo de sua pele malhada. Caminha para o sol sem um destino certo, vivendo o incerto de uma vida dupla. Bem diferente de sua antiga vida, quando caminhava em uma única direção, mas com as mazelas de estar presa em uma jaula com Continue lendo

propósitos egoístas

Na madrugada eu ando vendo as luzes passar Semáforos, faróis até os postes passam por mim Abandonado por ti finjo que nada está acontecendo Até malandros vem me chamar de malandro Imaginando que sou um dos seus vizinhos Porque? Você me disse não! Porque? Você me fez de manipulado Porque você? Não sei pra quem dizer se nem eu mesmo Continue lendo

a luta

Estou caindo. Isso é tudo o que sei. Meus olhos estão fixos no céu azul, e eu não consigo gritar. Sinto o chão chegando cada vez mais perto, até que bato as costas em alguma coisa e um som seco se espalha ecoando por todos os lados. O chão. O fim. É o que parece. Mas estou vivo. Passo a Continue lendo