autor Stephen King

Mr. Mercedes

Expectativa vs. Realidade

Tiro, porrada e bomba. Não era o que esperava desse livro, mas aos poucos que fui me deparando com um thriller eletrizante fiquei bem mais satisfeito. “Mr. Mercedes” é o primeiro livro de ficção que leio do autor “Stephen King”. Sempre tive uma curiosidade a respeito dele, mas não coragem o suficiente para mergulhar nas várias páginas dos livros enormes. Por isso comecei lendo “Sobre a Escrita” (que inclusive tem resenha aqui no blog), e a partir deste livro fui me aventurando no universo King. Um passo de cada vez.

Há cerca de um ano atrás comecei a leitura de Mr. Mercedes. Fui até a metade do livro, parei por um tempo e terminei só agora. Mas nossa! Um ano para ler o livro, então é ruim? Pelo contrário, é uma leitura super divertida, que passa rapidinho. Na verdade, acredito que não estava no melhor momento para ler algo como esse livro. Talvez só estivesse saturado. Não sei, só que terminei depois de um ano. (rs)

Vamos ao livro em si. É uma narrativa sobre um serial killer viciado em tecnologia, que tem uma paixão psicologicamente questionável pela mãe e é investigado por ter atropelado muita gente com um Mercedes. O investigador é o Sr. Hodges: um detetive aposentado que não sabe lidar com o tempo de sobra e flerta com o suicídio procurando uma saída para as suas angústias. E a partir desses dois personagens a história vai se desenrolando. Novos personagens vão sendo apresentados e nossos sentimentos vão se misturando.

Ficção vs. Não Ficção

Por ter lido Sobre a Escrita antes de Mr. Mercedes, pude perceber na prática as ferramentas que King utiliza em seus momentos de escrita. Esse assunto é justamente o tema tradado no livro Sobre a Escrita, você poder ler a resenha aqui. Uma dessas ferramentas é deixar a história correr… livre, leve e solta. Então não existe uma preocupação minuciosa com o desenrolar dos fatos, eles só acontecem. Mesmo acompanhando a trajetória dos personagens não é possível ter certeza dos próximos passos da história. Você está constantemente se perguntando: o que vai acontecer agora?

O livro em todo momento nos instiga a querer mais, mais e mais. E mesmo quando acaba você ainda quer mais. Deve ser por isso que King é um autor tão aclamado.  Eu gostei do livro, não pretendo ler de novo mas me diverti enquanto lia. Para mim vale um 7.5.

Até o próximo post. 😉

Leave a comment

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *